quarta-feira, 14 de setembro de 2016

CNI organiza debate sobre internet e economia digital na América Latina nesta quinta-feira, dia 15

14/09 - Comunique-se


A Confederação Nacional da Indústria (CNI) sedia nesta quinta-feira, 15 de setembro, o seminário A Internet na América Latina e a Contribuição Econômica do Ecossistema Digital. O evento reunirá especialistas e representantes da indústria, do governo e da academia para discutir avanços e desafios ao crescimento da internet e seus impactos na economia da América Latina. O seminário ocorre de 10h às 17h30, em Brasília.

A abertura do seminário terá uma palestra de Raul Katz, professor da Escola de Negócios da Universidade de Columbia (EUA). Katz, um dos maiores especialistas em telecomunicações da atualidade, apresentará os principais resultados de seu estudo O ecossistema e a economia digital na América Latina, encomendado pela Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), Centro de Estudos de Telecomunicações da América Latina (Cet.la), e Fundación Telefónica.

O evento terá três painéis, que debaterão as contribuições econômicas do ecossistema digital e políticas públicas em regulação e tecnologia. Participarão do seminário o diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Abijaodi; José Juan Haro Seijas, vice-presidente de Políticas Públicas e Regulatório para América Latina da Telefônica; e Laerte Davi Cleto, diretor de Serviços e de Universalização de Telecomunicações da Secretaria de Telecomunicações do MCTIC.

SERVIÇO
Evento: Seminário A Internet na América Latina e a Contribuição Econômica do Ecossistema Digital
Data e horário: quinta-feira, 15 de setembro, das 10h às 17h30
Local: Auditório do Edifício Armando Monteiro Neto - Setor Bancário Norte, Quadra 1, Bloco I - Brasília-DF

PROGRAMAÇÃO
9h30 – 10h00 - Credenciamento
10h00 – 11h00 - Palestra de Abertura

Abertura:
Carlos Eduardo Abijaodi - Diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI
Deputado Federal Vitor Lippi - Presidente da Frente Parlamentar Mista em Apoio às Cidades Inteligentes
Maximiliano Martinhão - Secretário de Política de Informática do MCTIC
Laerte Davi Cleto - Diretor de Serviços e de Universalização de Telecomunicações da Secretaria de Telecomunicações do MCTIC
Palestrante: Dr. Raul Katz - Professor da Columbia University (USA)
11h00 – 12h30 - Debate sobre as contribuições econômicas do Ecossistema Digital

Moderador: João Emilio Gonçalves - Gerente Executivo de Política Industrial da CNI

Apresentadores e Debatedores:
Carlos Tunes - Executivo de Soluções Cognitivas para a América Latina da IBM
Sergio Sgobbi - Diretor de relações Institucionais da Brasscom
Maximiliano Martinhão - Secretário de Política de Informática do MCTIC
Enylson Flavio Martinez Camolesi - Diretor de Relações Institucionais da Telefônica
12h30 – 14h00 – Almoço
14h00 – 15h30 - Políticas Públicas: Regulação

Moderador: Márcio Iório Aranha – Professor da Universidade de Brasília

Apresentadores e Debatedores:
Alexander Castro - Diretor de Regulamentação do Sinditelebrasil
José Alexandre Novaes Bicalho - Superintendência de Planejamento e Regulamentação da ANATEL
José Juan Haro Seijas - Vice-Presidente de Políticas Públicas e Regulatório para América Latina da Telefônica
Amadeu Castro - Diretor da GSMA Brasil
16h00 – 17h30 - Políticas Públicas: Tecnológica

Moderador: Marcelo Fabricio Prim - Gerente Executivo de Inovação e Tecnologia do SENAI

Apresentadores e Debatedores:
‎Humberto Barbato - Presidente Executivo da Abinee
Antônio Carlos Tiecher Porto – Presidente da P&D Brasil
Marcos Vinícius de Souza - Secretário de Inovação do MDIC
Ricardo Rivera de Sousa Lima – Gerente do Departamento de TIC do BNDES

Regra dos cinco segundos é uma mentira, mostra estudo

14/09 - Victor Caputo, de EXAME.com


Você é daqueles que usa a regra dos cinco segundos para pegar coisas que caíram no chão e continuar comendo normalmente? Temos más notícias. De acordo com um estudo realizado nos Estados Unidos, a regra dos cinco segundos é uma mentira.

O estudo foi publicado pelo grupo de pesquisadores na revista científica Applied and Environmental Microbiology. O estudo pode parecer uma bobagem para alguns, mas os cientistas afirmam que queriam ter argumentos científicos dentro dessa discussão.

De acordo com o site Medial News Today, um dos participantes do estudo, o professor Donald Schaffner, afirma que a crença se baseia no fato de que bactérias precisam de tempo para migrar de uma superfície até a outra. A primeira superfície sendo o chão e a segunda, a comida.

Clique aqui para continuar lendo: 

Hackers faturam R$ 280 mil com mineração de moeda digital

14/09 - Altieres Rohr / G1


O pesquisador de segurança Attila Marosi, da fabricante de antivírus Sophos, revelou que criminosos faturaram ao menos 76 mil euros (cerca de R$ 280 mil) criando um vírus que realiza mineração da moeda digital Monero. A praga digital se copia automaticamente para pastas abertas na internet e usuários acabam executando o vírus, transformando o computador em um "escravo computacional" dos hackers.

O ataque é bastante simples: o vírus copia a si mesmo para dispositivos que estão com pastas de FTP na internet que estejam sem senha ou com senha fraca. O FTP é um protocolo de comunicação popular para a transferência de arquivos e é usado especialmente por administradores de sistema e equipamentos de armazenamento em rede.

No entanto, copiar um arquivo para a pasta de FTP não é suficiente para contaminar um sistema: o dono do computador precisa executar o vírus. Para que as vítimas façam isso, a praga usa o nome de "Photos.scr" e tem o ícone de uma pasta compactada. Ou seja, quando a vítima visualiza a pasta compartilhada no computador, ela só vê o que é aparentemente um arquivo inofensivo chamado "Photos", já que a extensão ".scr" não é exibida pelo Windows na configuração padrão.

Clique aqui para continuar lendo: 

Facebook e Twitter se juntam a rede para combater notícias falsas

14/09 - Reuters / G1


Facebook e Twitter se juntaram a uma rede de mais de 30 empresas de tecnologia e mídia para combater notícias falsas e melhorar a qualidade das informações das redes sociais, informou o grupo na terça-feira (13).

A First Draft Coalition, formada em junho de 2015, com o apoio do Google, da Alphabet, disse que criaria um código voluntário de práticas, promovendo a instrução sobre notícias dentro das redes sociais e lançando uma plataforma na qual membros podem verificar histórias questionáveis.

A plataforma será lançada até o fim de outubro, disse a diretora administrativa da coalizão, Jenni Sargent, em um e-mail.

Clique aqui para continuar lendo: 

Trocar a mão com que seguramos celular pode melhorar sinal, aponta estudo

14/09 - BBC / G1


Quando o sinal do celular está ruim, costumamos culpar a operadora, mas a razão do problema pode também estar no próprio corpo.

Um novo estudo aponta que trocar a mão com que seguramos o aparelho melhora a qualidade das conexões de voz e de dados.

O autor da pesquisa, o cientista Gert Pedersen, da Universidade Aalborg, da Dinamarca, explica que a razão é o design das antenas, que ficam justamente onde costumamos posicionar as mãos para segurá-los.

Clique aqui para continuar lendo: